domingo, 30 de junho de 2013

Pessoas Volúveis & Sentimento Voláteis


Outro dia conversava com uma amiga e ela afirmava que, em um tempo relativamente curto, os relacionamentos mudaram... Sim, eu concordo com ela, os relacionamentos mudaram bastante!!! E terminamos nos questionando: o que anda acontecendo com o sentimento das pessoas, de alguns anos para cá???

Na realidade, eu não sei houve uma inversão de valores e, consequentemente, de sentimentos, ou se, apenas alguns poucos corajosos ainda vivem como antigamente... Leia-se: sendo fiel aos seus sentimentos...

Eu noto que existe um imediatismo nos relacionamentos, talvez porque muitas pessoas queiram viver a vida intensamente - aproveitam cada dia como se fosse o último de suas vidas - e, devido a isso, as etapas são invertidas: primeiro se amam e, depois, se conhecem...

Vejo que, nos finais de semana que se sucedem, muitas pessoas saem de casa dispostas a encontrar alguém que seja o(a) futuro(a) parceiro(a) em algum lugar da moda - onde, geralmente, existem pessoas interessantes - e, depois de alguns olhares e uma pequena conversa, não se desgrudam mais durante a noite inteira!!!

Até aí, tudo bem... Mas fazer juras de amor – que duram apenas aquela noite – para, no dia seguinte, perceberem que tudo não passou de um grande engano, machuca...

Nesta busca por um parceiro, vejo que os relacionamentos ocorrem com uma certa rapidez e a parte gostosa do 'vamos-trocar-telefones-e-marcar-um-sorvete-ou-cinema-para-nos-conhecermos-melhor' é esquecida... 

Gente, não se ama uma pessoa em poucas horas... Você tem que conhecer a pessoa, saber dos defeitos e das virtudes e, só então, decidir que a aceita da forma como ela é... E, só depois disso, poderá afirmar que a ama!!!

Interessante que essa busca incessante por um parceiro(a) e a mudança de comportamento – a dita pressa - já vem ocorrendo há algum tempo mas, apenas agora, notei que nós somos mais vítimas desta nova forma de envolvimento do que os homens...

Acreditar que vai encontrar o príncipe encantado em um barzinho e que, se envolver intimamente com a pessoa - mesmo que nunca o tenha visto - vai fazê-lo ficar em sua vida é uma forma de se enganar...

Muitas pessoas se sentem incompletas e passam a vida buscando alguém que preencha o que falta... Mas, se a pessoa não se sente inteira, completa, realizada, não consegue ser feliz e, consequentemente, não fará ninguém feliz...

Óbvio que alguns aspectos das nossas vidas podem e devem ser melhorados - como estudar e obter um bom emprego - mas, delegar a sua própria felicidade a uma terceira pessoa, não acho nada legal!!!

É sempre bom lembrar que, no exato momento em que nascemos, fomos premiados com o melhor presente que poderia existir: a Vida...

E todos nós podemos viver uma vida plena e realizada sem necessitar mendigar o amor de alguém... Infelizmente, parece que são poucas as pessoas que compartilham do meu pensamento!!!

De qualquer forma, eu também espero encontrar alguém legal, mas não posso esquecer que eu mesma sou responsável pela minha felicidade e, cá pra nós, sempre seremos a melhor companhia que alguém poderá ter...

C’est la vie :)

4 comentários :